Fratura do úmero distal por projétil de arma de fogo com lesão do nervo ulnar

Autores

  • Paulo Afonso Lages Gonçalves Filho Hospital do Servidor Estadual de São Paulo
  • Miguel Pereira da Costa Hospital do Servidor Estadual de São Paulo
  • Roberto Della Torre dos Santos Hospital do Servidor Estadual de São Paulo
  • Gabriel Hernandes de Oliveira Hospital do Servidor Estadual de São Paulo
  • Claudio Roberto Martins Xavier Hospital do Servidor Estadual de São Paulo
  • Júlio Cezar Ferreira Neto Hospital do Servidor Estadual de São Paulo
  • Fernando Luiz de Oliveira Aurich Hospital do Servidor Estadual de São Paulo

Palavras-chave:

úmero distal, nervo ulnar, fratura do úmero distal, nervo interósseo anterior, resultado de tratamento, cotovelo

Resumo

As fraturas do úmero distal nos adultos são um desafio com relação ao tratamento cirúrgico. A fixação com as placas bloqueadas medial e lateral tem sido o tratamento de escolha para a reconstrução da articulação. Nas lesões do nervo ulnar, o uso de enxerto e a neurotização do nervo interósseo anterior tornou-se uma alternativa. Este relato aborda o tratamento cirúrgico de uma fratura de úmero distal por projétil de arma de fogo com uso de placas bloqueadas e reconstrução do nervo ulnar com enxerto de nervo sural e neurotização do nervo interósseo anterior

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Afonso Lages Gonçalves Filho, Hospital do Servidor Estadual de São Paulo

Médico Residente do Serviço de Ortopedia e Traumatologia do HSPE, São Paulo, SP, Brasil

Miguel Pereira da Costa, Hospital do Servidor Estadual de São Paulo

Médico Assistente do Grupo de Ombro e Cotovelo do Serviço de Ortopedia e Traumatologia do HSPE, São Paulo, SP, Brasil

Roberto Della Torre dos Santos, Hospital do Servidor Estadual de São Paulo

Médico Assistente do Grupo de Mão e Microcirurgia do Serviço de Ortopedia e Traumatologia do HSPE, São Paulo, SP, Brasil

Gabriel Hernandes de Oliveira, Hospital do Servidor Estadual de São Paulo

Médico Residente do Serviço de Ortopedia e Traumatologia do HSPE, São Paulo, SP, Brasil

Claudio Roberto Martins Xavier, Hospital do Servidor Estadual de São Paulo

Chefe do Grupo de Mão e Microcirurgia do Serviço de Ortopedia e Traumatologia do HSPE, São Paulo, SP, Brasil

Referências

Varecka TF, Myeroff C. Distal humerus fractures in the elderly population. J Am Acad Orthop Surg. 2017;25(10):673-683.

Brito JSD, Henriques R, Arvela J, Sarmento M, Martins S. Tratamento cirúrgico de fracturas distais complexas do úmero por abordagem transolecraniana. Rev Port Ortop Traum. 2016; 24(1):5-16.

Worden A, Ilyas AM. Ulnar neuropathy following distal humerus fracture fixation. Orthop Clin North Am. 2012;43(4):509-14.

Amir S, Jannis S, Daniel R. Distal humerus fractures: a review of current therapy concepts. Curr Rev Musculoskelet Med. 2016;9(2):199-206.

Atalar AC, Demirhan M, Salduz A, Kiliçoğlu O, Seyahi A. [Functional results of the parallel-plate technique for complex distal humerus fractures]. Acta Orthop Traumatol Turc. 2009; 43(1):21-7.

Kouvidis GK, Chalidis BE, Liddington MI, Giannoudis PV. Reconstruction of a severe open distal humerus fracture with complete loss of medial column by using a free fibular osteocutaneous graft. Eplasty. 2008;8:e24.

Shearin JW, Chapman TR, Miller A, Ilyas AM. Ulnar nerve management with distal humerus fracture fixation: a metaanalysis. Hand Clin. 2018;34(1):97-103.

Baltzer H, Woo A, Oh C, Moran SL. Comparison of ulnar intrinsic function following supercharge end-to-side anterior interosseous-to-ulnar motor nerve transfer: a matched cohort study of proximal ulnar nerve injury patients. Plast Reconstr Surg. 2016;138(6):1264-1272.

Downloads

Publicado

2020-10-13

Como Citar

1.
Gonçalves Filho PAL, Costa MP da, Santos RDT dos, Oliveira GH de, Xavier CRM, Ferreira Neto JC, Aurich FL de O. Fratura do úmero distal por projétil de arma de fogo com lesão do nervo ulnar. RTO [Internet]. 13º de outubro de 2020 [citado 24º de fevereiro de 2024];20(4):7-11. Disponível em: https://tecnicasemortopedia.com.br/revista/article/view/130

Edição

Seção

Artigos