A Técnicas em Ortopedia está de "cara nova"

Autores

  • Monica Paschoal Nogueira Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo (HSPE), São Paulo, SP, Brasil

Resumo

Novo ano, dois anos bem atípicos ficando para trás, e com eles as máscaras, o medo e a estagnação. Queremos fazer tudo que não fizemos em dois anos. Faltam dias cirúrgicos, faltam datas para congressos e reuniões, começam os encontros presenciais.

Já vimos que somos seres sociais, precisamos de nossos pares para evoluir, produzir, aprender, ensinar. A tela fria do zoom não nos dá feedback, não nos saúda, não concorda, não sorri, não discorda.

E o ano começa com menos residentes, saindo mais tarde do que talvez devessem, porque dariam lugar a tantos outros que ficaram para trás no processo seletivo. São tempos diferentes, gerações diferentes, e talvez devêssemos refletir sobre qual seria a melhor forma de dedicação para o aprendizado, o que se deve abrir mão para poder aprender mais e melhor, e ter uma formação ortopédica completa. As dificuldades e diferenças, a saída da “zona do conforto” faz parte de qualquer aprendizado. A residência não deve ser entendida como um trabalho formal, é um período de aprendizado, e ainda, sob a responsabilidade de outros médicos. Por outro lado, como formadores de opinião, e preceptores, a geração nova nos desafia a repensar o modelo de aprendizado, para que esse não seja “engessado”, nem baseado na justificativa de que “sempre foi assim”, e devemos então continuar um modelo que não se modifique.

Como quase sempre acontece, a virtude deve estar no meio, e encontraremos uma maneira de trabalhar que seja produtiva tanto do ponto de vista assistencial como acadêmico, e de formação ortopédica. Aos residentes que estão conosco “no barco”, nosso incentivo. Aos colegas que se dedicam à ortopedia e ao formar as novas gerações, nosso respeito.

A Revista Técnicas em Ortopedia mostra casos clínicos apresentados e discutidos nas nossas reuniões clínicas, e há espaço para convidarmos colegas de outros serviços que contribuem como convidados. Há 22 anos, seguimos mostrando o trabalho realizado em nosso hospital, acessível on-line e na versão impressa. Temos mantido o compromisso de disseminar ciência e avançamos para tornar mais prático o processo de submissão dos artigos e das avaliações.

Estamos de “cara nova”, agora o novo site da revista é integrado ao seu novo sistema de submissão on-line, através da ferramenta OJS (Open Journal System), que é um software gratuito, recomendado pela CAPES, que permite o gerenciamento e publicação de periódicos científicos.

Nossos autores poderão fazer suas submissões e acompanhar o avanço das etapas de avaliação e editoração dos seus artigos. Nossos revisores terão mais praticidade para emitir seus pareceres.

O sistema possui mecanismos de busca do conteúdo já publicado na revista e é integrado com o sistema ORCID (Open Researcher and Contributor ID), que tem a finalidade de distinguir os autores, principalmente quando há homônimos, e conecta automaticamente toda sua produção científica, onde quer que tenha sido publicada, além de exercer a função de currículo internacional.

A revista se afiliou à ABEC – Associação Brasileira de Editores Científicos, o que permite a parceria com a Crossref, responsável pelos registros do DOI (Identificador de Objeto Digital), que a partir deste ano serão atribuídos a todos os artigos publicados.
Por enquanto, a revista está indexada no Google Acadêmico, mas todas essas mudanças trazem a expectativa de indexarmos em outras bases de dados internacionais.

É com muito orgulho que apresentamos mais um fascículo! Para ler nossos artigos acesse:
https://tecnicasemortopedia.com.br/

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-12-15

Como Citar

1.
Nogueira MP. A Técnicas em Ortopedia está de "cara nova". RTO [Internet]. 15º de dezembro de 2022 [citado 15º de junho de 2024];22(1):1–2. Disponível em: https://tecnicasemortopedia.com.br/revista/article/view/402

Edição

Seção

Editorial